Sobre

“Só podia ser coisa de Danielle”, diriam alguns de meus familiares ao lerem esse blog. Por algum motivo, fui preservando o que fui desde criança, e com a leitura e a escrita não poderia ser diferente. Será que só eu na quinta série ficava nervosa em ler o poema que tinha acabado de fazer pra turma toda?

Eu tinha que escrever.
Eu queria escrever.
Eu precisava escrever.

Os anos se passaram, mas a paixão por pegar um lápis e escrever todas essas coisas loucas que existem na minha cabeça não. E a necessidade agora tomou rumos maiores e todos eles estavam guardados nos meus cadernos, nos arquivos de word e e-mails, mas sabe-se lá o motivo, agora resolvi compartilhar com o mundo.

Sobre o nome do blog: usei o Dadaísmo, abri meu livro preferido e o Universo se encarregou de fazer todo o resto. Assim como tem feito nos últimos meses.

Muito prazer, Danielle Henrique.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s