Caiu na rede é poesia

Mas, caí na rede, virei peixe, à nadar
você, o tubarão, auspicioso na hora de atacar
fisgou o peixe
mastigou
engoliu
sentiu náuseas
vomitou

O peixe voltou
catou suas vísceras
costurou

E por incrível que pareça
no auge de sua destreza
não conseguiu
e afundou
!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: